segunda-feira, 17 de junho de 2013

HINO UNIVERSAL DA PAZ - III Fórum Social Mundial


Autor: Marcos Ungaretti
(DOMÍNIO PÚBLICO)

- MANIFESTO -

Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, América do Sul, Terra, 04 de dezembro de 2002.

            O HINO UNIVERSAL DA PAZ representa regiões do Universo. É um modelo (gabarito) para as futuras versões que serão criadas mundo afora. Pode ser arranjado,  executado e cantado em qualquer idioma, por qualquer pessoa, em qualquer lugar do Universo. Seu principal objetivo é o de aproximar os povos através da sintonia gerada pela música. Para criar sua versão do Hino, o músico escolherá, conforme sua visão, ritmos que representem Regiões Locais, Regiões Continentais e Regiões Universais. Nas Regiões Locais,  mostrará o lugar onde mora (cidade, aldeia, etc...). NasRegiões Continentais, nos dará a sua visão do planeta. Nas nas Regiões Universais, estará nos dando a sua visão do  Universo.  Sendo assim, quando alguém escutar o hino feito em um lugar distante, saberá como aquelas pessoas lhe vêem (através da Região Continental onde vivo) e, ao mesmo tempo, ficará conhecendo tais pessoas (através das Regiões Locais onde elas vivem). Esse intercâmbio vai além das barreiras impostas por diferenças políticas (fronteiras, bandeiras, continentes, etc...), sociais, religiosas, raciais, sexuais, econômicas e quaisquer outras, que reflitam as falsas desigualdades que servem para dominar e escravizar. 
REGIÕES LOCAIS:
1.   Região Local Primitiva – representa a cultura primitiva (Índios, Pigmeus, aborígens, etc...) do local onde está sendo feita a música (cidade, estado, lugarejo, etc...).
2.     Região Local Atual – representa a cultura atual do local onde está sendo feita a música. (cidade, estado, lugarejo, etc...).
3. Nacional – representa o país onde está sendo feita a música.

REGIÕES CONTINENTAIS:
4.   América do Sul
5.   América Central
6.    América do Norte
7.   Europa
8.   Oriente Médio
9.     Ásia
10.   África
11.   Oceania

REGIÕES UNIVERSAIS:
12.     Global – representa o planeta Terra.
13.     Refrão – representa o Universo.
Ao criar um arranjo, os seguintes aspectos devem ser observados:
a.     A letra pode ser traduzida para qualquer idioma ou dialeto, desde que, conservando a ordem dos versos e o sentido exato da original.
b.     Para cada verso, escolher uma região e um ritmo que a represente. 
c. A ordem das Regiões é livre.
d. O ritmo para o Refrão é livre.

A tabela a seguir é útil para compreender e definir o arranjo para o Hino.

Letra da Música
Região que representa
( a ordem é livre)
Ritmo/estilo escolhido
(de acordo com a região)
Na noite escura,
Anjos de luz,
Descem dos céus,
E mostram o caminho...


Para desarmar o mundo,
Desarme seu coração.
Se não der pra desarmar,
Pense na paz.


Para salvar o mundo,
Salve seu coração.
Se não dá pra mudar,
Pelo menos queira.


Para alimentar o mundo,
Coma feijão.
Para aliviar o mundo,
Descanse.


Para curar o mundo,
Purifique-se.
Para salvar o mundo,
Reze.


Para igualar as raças,
Pinte-se.
Para salvar as crianças,
Brinque.


R E F R Ã O (ritmo de livre escolha)
Multiplique-se no ar, Multiplique-se no ar, Multiplique-se no ar, Multiplique-se...
O PENSAMENTO É ENERGIA,
QUEM PENSA DEVE MUDAR.
A PAZ NÃO É UTOPIA,
HOJE VAI SER OUTRO DIA.
Para salvar as baleias,
Nade.
Para findar os transgênicos,
Seja você mesmo.


Para muitos aquecer,
Poucos há que não ser.
Para todos aquecer,
Use a chama do querer.


Para acabar com a ganância,
Muita alegria.
Só o vulcão lava,
Sem revolta, sem espada.


R E F R Ã O (ritmo de livre escolha)
Multiplique-se no ar, Multiplique-se no ar, Multiplique-se no ar, Multiplique-se...
O PENSAMENTO É ENERGIA,
QUEM PENSA DEVE MUDAR.
A PAZ NÃO É UTOPIA,
HOJE VAI SER OUTRO DIA.
Para dar esperança,
Sinta-se vivo.
Para convencer,
Use o silêncio.


Para agradecer,
fogos de artifício.
Para criticar,
Olhos nos olhos.


Para elogiar,
Palavras ao vento.
Para iluminar,
Procure enxergar.
Para conquistar,
Não saia do lugar.


R E F R Ã O (ritmo de livre escolha)
Multiplique-se no ar, Multiplique-se no ar, Multiplique-se no ar, Multiplique-se...
O PENSAMENTO É ENERGIA,
QUEM PENSA DEVE MUDAR.
A PAZ NÃO É UTOPIA,
HOJE VAI SER OUTRO DIA.
Ângela Jobim - Região Nacional

Baze / Da Guedes

Renato Borghetti e filho

Zé Caradípia

Coral CECUNE

Charuto










Ernesto Fagundes


Márcio e Fabiano Rodrigues

Fernando de Marília

Geraldo Müller

Gilsoul

Chicão, Ita, Unga e Zé

Índios Kaigang

Borghetti e Luis Wagner

Luiz André - CECUNE

Malu Viana - Mc Flor do Ghetto

Mario marmontel

Nicolau Richter

Nina Fola

Paulo Romeu e Nego Vado

Paulo Romeu e Nego Vado

Renato - Produto Nacional

Ungaretti e Sílvia Abreu - Produtora

Tagore Chernier

Telmo Martins

Wagner, Unga e Borghetti

Wagner, Unga e Borghetti 

Zé Blanco

Gélson Oliveira e Nelson Coelho de Castro

 Todos que gravaram o Hino
  1. James liberato
  2. Jorge Foques
  3. Gil Soul (Bahiano)
  4. Tagori
  5. Gârén (Kaigang)
  6. Norma Hummes
  7. Ernesto Fagundes
  8. Giba Giba
  9. Mário Marmontel
  10. Fernando do Ó
  11. Nina Fola
  12. Luis André
  13. Girozinho
  14. Frank Solari
  15. Nicolau Richter
  16. Luis Vagner
  17. Geraldo Muller
  18. Fernando de Marília
  19. Zé Blanco
  20. Maria Luiza Benites
  21. Daniel Torres
  22. Carlos Azevedo (verdureiro)
  23. Gelson Oliveira
  24. Luis Carlos Borges
  25. Edu Natureza
  26. Nelson Coelho de Castro
  27. Bebeto Alves
  28. Grupo Brasil Andino
  29. Anabel Alzaibar
  30. Gilberto Chaves
  31. César Dorfman
  32. Mário Barros
  33. Marcos Ungaretti
  34. Carlinhos Santos
  35. Paulo Romeu (Odomodê)
  36. Ita
  37. Zé Caradípia
  38. Renato Borghetti
  39. Gilberto Costa
  40. Ângela Jobim
  41. Ivone Pacheco
  42. MC Flor do Guetto
  43. Glênio Fagundes
  44. Nei Santos
  45. Solon Fishbone
  46. Márcio Ibanez
  47. Richard Emunds
  48. Telmo Martins
(Coral da OSPA)
  1. Eneida Angelin Costa
  2. Pedro Litwinczyk
  3. Valéria Bueno
  4. André Nascimento
  5. Elder Franco Nunes
  6. Cristiane Pedroso Antunes
  7. Ângela dos Santos
  8. Marta H. Biazus Camboim
  9. Romina
  10. Carla Fernandes
  11. Elaine Beatriz N. Fraga
  12. Darlon Antonio Arruda
  13. Geraldo Silva
  14. Clarissa Bandeira
  15. Antonio Carlos Pires
  16. Sílvia Karppss
  17. Bibiana Ferle Scarrone
  18. Neyde Ducatti
  19. Miriam Campos
  20. Edi
  21. Diva Camino Feltes
  22. Stephanie Fraga Diskin
  23. Suzana
  24. Fabiano Mesquita Padão
  25. Alexandre Franco Nunes
  26. Carla Knijnik
  27. Miriam Deniz Machado
  28. Cinthia Biazus Camboim
  29. Suzana Albracht
  30. Marisa Ansolin
  31. Fernanda Fraga Diskin
  32. Mariana Fraga Diskin
(Produto Nacional)
  1. Paulo Dionísio
  2. Jorge Cidade
  3. João Antônio
  4. Renato
  5. Tom
  6. Isnard Prates
  7. Lúdi

(Grupo Status)

  1. Edson Vieira
  2. Costa Lima
  3. Claudio Amaro
  4. Danni D. K.

(Da Guedes)

  1. Alexandre Baze
  2. Dj. Deelay
  3. Nitro G.
(Coral da UFRGS)
  1. Teodora Martins
  2. Glória
  3. Licinha
(Outros corais e demais cantores)
  1. Victor Hugo (Coral Vivace)
  2. Andy Linno (Bandeira Preta)
  3. Dulcimarta Lino (Jazzler)
  4. Rodrigo Rodrigues (Arawak)
  5. Thaís Rosa (Projeto Thaís Rosa e Desafios)
  6. Marcello Andrade (Trilhos Urbanos)
  7. Alexandre Ricoi (Da Guedes)
  8. Márcia Caspary
  9. Camila Paes
  10. Adriana Collares
  11. Itóka
  12. Álvaro Vilaverde
  13. Eliane S. Guimarães
  14. Andréa Simão
  15. Arlete Rybu
  16. Vera Fabanelli
  17. Ricardo Dagnino
  18. Hilário
  19. Deco Lopes
  20. Maria Lúcia
  21. Beleza
  22. Letiere Longarai (Anjos Quase Infernais)
  23. Roberto Garcia (Anjos Quase Infernais)
  24. Gabriel (Expresso Tchê)
  25. Liselote F. Scarrone (Coral Cientec)
  26. Márcio Ibanez (Grupo Gana)
  27. Mateus Dalponte
  28. Rosana Antunes
  29. Luiza Caspary
  30. Matias Fröalich
  31. Liliane
  32. Solange T. C. V. de Freitas
  33. Corine Ungaretti
  34. Bruna C. Moraes
  35. Edson Walter
  36. Bianca Fachel
  37. Caroline S. Guimarães
  38. Glorinha
  39. Zé Caradípia
  40. Ângelo Foreste
  41. Fábio Jr.,
  42. Fabinha
  43. Fabinho
  44. Magrão
  45. Coral do CECUNE (Diversos integrantes)
Participaram direta ou indiretamente, também,

Paulo Zornitta (idéias e apoio moral); Sílvia Abreu (assessoria de imprensa); Ricardo Barão (Pesquisa musical); Luis C. J. Alves (operador de áudio); Elis, da Radioativa Produtora de Áudio (agenda de músicos); Cândida Fabrini (transporte); Magda Nachtigall (assistente de produção); Jorge Herrmann (Contato com Kaigang); Jaime Ungaretti (tradução portugês-inglês); Eneida A. Costa (apoio e divulgação); Ella Moskovics de Milner (tradução portugês-espanhol).


Histórico das gravações
  • 16/01/2003

-A MÚSICA ESTÁ PRONTA. AS 22:30 DE HOJE, FIZ UM CD COMPLETO. PRÓXIMO PASSO: MONTAR A FICHA TÉCNICA E COPIAR 300 CDS, QUE SERÃO DISTRIBUÍDOS ENTRE AQUELES QUE IRÃO DAR RESSONÂNCIA A ESTE PROJETO. A ALEGRIA É DE TODOS.
  • 15/01/2003

-NORMA HUMMES refez sua parte na Região Ásia para acrescentar alguns detalhes.
  • 14/01/2003

-JORGE FOQUES gravou a frase "Eis o século da paz" no idioma japonês. Região Ásia.
-Amanhã (15/01) as 8:30hs a Rede Globo irá gravar uma matéria que será veiculada nacionalmente. Todos os músicos que participaram do projeto estão convidados a participar. Será no Estúdio de gravação (Aurélio Porto, 143. Partenon).
-Os trabalhos de gravação finalizam amanhã pela manhã. A maioria das partes já estão mixadas, mas as partes com vocalizações e os equilíbrios de volume (massa sonora) entre as partes darão bastante trabalho. Tá tudo em perfeita sincronia.
  • 13/01/2003

-GIL SOUL, o cantor e percussionista Bahiano fez uma voz na parte Regional Atual.
-Mais de 30 pessoas cantaram no Refrão hoje.
-FRANK SOLARI entregou um CD com sua guitarra que, agora, faz parte da Região Oceania.
-JAMES LIBERATO fez "aquele baixo" no Blues.
  • 12/01/2003

-Um link com as fotos das gravações está sendo preparado para breve.
-Devido a "correria", não houve condições de atualizar o hino.mp3. A música está bem adiantada e deve ter a mixagem final até o dia 18.
-Refrão: mais 10 cantores gravaram. Todos os nomes constarão na ficha técnica e nesta homepage após a mixagem do Hino.
-TAGORI cantou o Blues ( Região América do Norte).
  • 11/01/2003

-GELSON OLIVEIRA e NELSON COELHO DE CASTRO gravaram no 1° Refrão.
-As gravações do Refrão abertas a comunidade de cantores começaram hoje. 26 pessoas gravaram
-ERNESTO FAGUNDES tocou bombo leguero na Milonga (Região Local Atual).
  • 10/01/2003

-A índia GÂRÉN (significa SOL E TERRA em KAIGANG) me recebeu em sua casa onde gravamos para a Região Local Primitiva.
  • 09/01/2003

-BASE, XIS E DEELEY (Da Guedes) estiveram no estúdio e mataram a pau no Rap.
-A soprano NORMA HUMMES cantou na parte da Região Ásia.
-GIBA GIBA tocou sopapo na Região Nacional.
  • 08/01/2003

-FRANK SOLARI está gravando em seu estúdio guitarras para o Refrão.
-MÁRIO MARMONTEL soprou sua flauta na Região Nacional.
-IVONE PACHECO fez um clima no Blues da América do Norte.
-FERNANDO DO Ó: cuíca na região Nacional.
  • 07/01/2003

-LUIS VAGNER, cantor, compositor e guitarreiro ajudou a swingar a bossa na região Nacional.
-RENATO BORGHETTI completou o duo de gaitas com LUIS C. BORGES que serviu de cama para a voz de GLÊNIO FAGUNDES.
-LUIS ANDRÉ (Regente do coral do CECUNE) colocou piano na Região África.
-NINA FOLA enriqueceu o ritmo africano com seus tambores e instrumentos percussivos.
  • 06/01/2003

-GIROZINHO gravou tamborim na parte Nacional.
-TELMO MARTINS multiplicou sua voz no 2° Refrão.
-NICOLAU RICHTER entoou seu violino na Região Europa.
  • 05/01/2003

-MC FLOR DO GUETTO fez um backing no Hip-hop.
-FERNANDO DE MARÍLIA (violão e voz) e ZÉ BLANCO (flauta transversal) gravaram o Oriente Médio.
-GERALDO MULLER gravou washboard no Blues que representa a região América do Norte. Colocou pandeiros na Região Nacional e no Oriente Médio.
  • 03/01/2003

-RICHARD EMUNDS gravou hoje.
  • 02/01/2003

-O CORAL DO CECUNE (Centro Ecumênico de Cultura Negra) encheu a sala do estúdio com mais de 20 pessoas para cantar a Região África.
-SOLON FISHBONE fez aquela guitarra e deu uma nova cara para América do Norte.
-MÁRCIO IBANEZ (cavaquinho) gravou na parte Nacional.
  • 28/12/2002

-GLÊNIO FAGUNDES gravou sua voz na Milonga, representando a Região Local Atual.
  • 27/12/2002

-JORGE CIDADE e ISNAR gravaram hoje, fechando a participação do PRODUTO NACIONAL na América Central.
-ÂNGELA JOBIM gravou na parte Nacional.
  • 26/12/2002

-BEBETO ALVES gravou parte do Refrão hoje.
-CARLINHOS SANTOS - Região Nacional gravou hoje.
-LUIS CARLOS BORGES - Região Local Atual gravou hoje.
-GLÊNIO FAGUNDES confirmou sua participação.
  • 24/12/2002 (presentes de natal!)

-BEBETO ALVES, LUIS C. BORGES, JORGE CIDADE e ISNAR (PRODUTO NACIONAL), BAZE e Dj. DEE LAY (DA GUEDES) agendaram gravações para dia 26.
-ÂNGELA JOBIM e IVONE PACHECO confirmaram.
-RENATO BORGHETTI confirmou sua participação.
  • 20/12/2002

-NEI SANTOS (CHARUTO) gravou uma Cubana na parte Nacional.
-Ficou linda a colagem na Oceania: mistura Didgeridoo (flauta aborígene) com VERDUREIROS do Mercado Público de Porto Alegre e ruídos colhidos de um filme exibido no Largo Glênio Peres.
  • 18/12/2002

-CORAL MUNICIPAL DE ALVORADA confirmou presença.
-Dia de trabalhar no estúdio. Colagens no Hip-hop e Região Oceania. Já foram gravados mais de 50 canais de áudio.
  • 17/12/2002

-PAULO ROMEU (ODOMODE) gravou Djembé (Senegal) e Tambor Malaio (África do Sul) - Região África.
-CARLINHOS SANTOS marcou estúdio para fazer as percussões da parte Região Nacional, cujo piano será feito por GERALDO FLACH.
-BAZE (DA GUEDES) chegou de surpresa e botou a voz no Hip-hop - Região Global.
  • 16/12/2002

-O tenor GILBERTO CHAVES gravou formando duo com ANABEL ALZAIBAR na Região Europa.
-O GRUPO STATUS veio completo e gravou seu vocal no Refrão.
  • 13/12/2002

-PRODUTO NACIONAL começou a gravar - Região América Central. Já está gravada a Bateria, Trompetes, Flueguelhorne, Guitarra e voz.
-CÉSAR DORFMAN deixou sua impressão digital nas teclas do velho Korg 01w no Refrão.
-O rapper BASE do DA GUEDES confirmou gravação para a semana que vem.
-LUIS CARLOS BORGES veio gravar, mas achou que era para colocar voz e deixou a gaita em casa. Vai voltar no decorrer da semana - Regional Atual.
-O tenor GILBERTO CHAVES ligou e confirmou gravação - Região Europa.
  • 12/12/2002

-Grupo BRASIL ANDINO (antigo Sykuris) gravou Queñas, Samponhas e Charango para representar a Região América do Sul.
-O PRODUTO NACIONAL, através de um telefonema do João, confirmou sua gravação para esta sexta-feira.
-Juarez, do coral CECUNE passou no estúdio e levou material para ensaiar. Eles vão cantar na região Região África.
-O GRUPO STATUS marcou estúdio para segunda.
  • 11/12/2002

-EDU NATUREZA gravou. Fez uma “cama” na 1a. volta do Refrão.
-MARIA L. BENITES gravou. Entoou sua voz na parte da Região América do Sul e fez os tambores Indígenas que representam nossa Região Primitiva. Além disso, fez também um ritual Xamânico de limpeza no estúdio, o que deixou o ambiente mais legal ainda.
  • 10/12/2002

-NITRO G. trouxe a base do hip-hop.
  • 06, 07 e 08/12/2002

-Viajei para o Uruguai (Termas de Dayman) para recarregar as baterias.
  • 04/12/2002

-A soprano ANABEL ALZAIBAR gravou na Região Europa. 

10 comentários:

  1. Marcos, parabéns pelo fantástico trabalho realizado, adorei ter tido a oportunidade de fazer parte dele. E que grande alegria poder recordar essa gravação, através da música e das fotos publicadas. Grande abraço!
    Eneida Angelin Costa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Eneida! Só tenho a agradecer toda a ajuda que recebi. Bjs

      Excluir
  2. MArcos.
    Não posso deixar de agradecer pela oportuinidade! Poucas são as iniciativas de reunião entre artistas do SUl assim como foi esta.
    Boas lembranças e a certeza que estamos há muito tempo batalhando pela música aqui em Porto Alegre!!
    Um afroabraço de Nina Fola!

    ResponderExcluir
  3. Marcos Ungarretti , sempre surpreendente musicalmente falando , Projeto lindo me orgulho de fazer parte ! Adorei

    ResponderExcluir
  4. Querido Marcos!
    Adorei ter participado! Ficou muito bom: uma verdadeira obra-prima! Parabéns pela ideia, iniciativa e resultado! Desejo que faça muito sucesso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tu e o Gilberto Chaves foram os primeiros a gravar. Um abraço Anabel. Obrigado.

      Excluir
  5. Respostas
    1. Índia querida, é sempre bom te encontrar! Obrigado.

      Excluir